domingo, 13 de fevereiro de 2011

O desdobramento consciente no auxílio ao trabalho mediúnico



Joilson José Gonçalves Mendes

“Deus deixou abertas para os seus filhos internados no educandário da reencarnação terrena, não apenas janelas, mas portas imensas que lhes permitem o conhecimento da sua realidade de seres fadados à imortalidade...” (Camilo)
Na transcrição acima o espírito Camilo comenta sobre a mediunidade dada por Deus aos seus filhos para que possamos manter o intercâmbio com o plano espiritual. Este intercâmbio geralmente ocorre por meio da mediunidade de psicofonia (incorporação), clarividência, clariaudiência e psicografia que são os tipos mais conhecidos. Também temos a capacidade de ausentarmos do corpo físico, seja consciente ou inconscientemente conhecida como desdobramento, projeção astral, viagem astral, experiência fora do corpo.
Geralmente encontramos vários relatos nos romances sobre o desdobramento e como a espiritualidade atua em nosso favor, nos orientando e aconselhando. Pretendemos demonstrar, por meio de relatos transcritos, que a prática do desdobramento é algo comum e como o desdobramento consciente pode auxiliar o médium e a equipe no trabalho mediúnico.
No item 35 do livro Desafios da Mediunidade, encontramos a seguinte questão: O que é desdobramento? Temos como resposta - “É um estado de emancipação da alma, no qual há algo mais do que no sonho comum.”
Kardec, em A Gênese, Cap. XIV, It 23, comenta que: "Embora, durante a vida, o Espírito seja fixado ao corpo pelo perispírito, não é tão escravo, que não possa alongar sua corrente e se transportar ao longe, seja sobre a terra, seja sobre qualquer outro ponto do espaço”.
Aulus, conversando com André Luiz em Nos domínios da Mediunidade explica que: “Raros espíritos encarnados conseguem absoluto domínio de si próprios, em romagens de serviço edificante fora do carro de matéria densa.” Percebe-se, nas palavras de Aulus, um certo descontentamento com nós, espíritos encarnados, pois poderíamos auxiliá-los muito mais caso tivéssemos um domínio maior de nossa capacidade espiritual quando em desdobramento.
Por sua vez André Luiz em Mecanismos da mediunidade faz o seguinte comentário: “...considerável número de pessoas, principalmente as que se adestraram para esse fim, efetuam incursões nos planos do espírito, transformando-se, muitas vezes, em preciosos instrumentos dos benfeitores da espiritualidade...”
No item 37 do livro Desafios da Mediunidade, o espírito Camilo é questionado se podemos realizar o desdobramento voluntariamente, o que dá a seguinte resposta: “Sim. Desde que a pessoa desenvolva essa habilidade por meio de treinamento.”
No capítulo VIII de o Livro dos Espíritos em que Kardec aborda o assunto sobre a emancipação da alma, também esclarece que todas as noites saímos do corpo físico, por meio do sono, e vamos ao encontro das nossas afinidades. Todavia, nem sempre lembramos o que fizemos durante a noite enquanto o corpo físico estava descansando.
Joana de Angelis comentando sobre os vários tipos de terapia em Vida Desafios e Soluções é de parecer favorável que aprendamos a realizar o desdobramento consciente, pois assim teríamos a capacidade de verificarmos nos arquivos espirituais, e compreender melhor as dificuldades pelas quais passamos, procurando corrigirmo-nos e abreviar os sofrimentos. Transcrevemos as palavras de Joana sobre o assunto: “...proporíamos o desdobramento consciente da personalidade, isto é, do Espírito, nas suas viagens astrais, através das quais experimente sempre, quando lúcido, maior liberdade, assim podendo superar as seqüelas dos graves conflitos das reencarnações passadas, em depósito no inconsciente.”
Diante do acima exposto somos de parecer que ao aprender a realizar o desdobramento consciente o médium seria de grande valia para o trabalho mediúnico, uma vez que poderia relatar com clareza e precisão o que se passa no plano espiritual. Poderia, também, ir até determinados locais, sempre acompanhado dos benfeitores espirituais, no auxílio de resgate aos espíritos sofredores, pois sabemos que o espírito encarnado possui fluidos que favorecem certos tipos de trabalhos na espiritualidade.
Entretanto, Joana ensina que vivemos com nossa mente adormecida, o que dificulta a lucidez durante o desdobramento. Outro fator impeditivo é o medo, se desejas ser útil à espiritualidade deve vencer o medo. Para conseguir a plena consciência durante o desdobramento são necessários treinamento e disciplina, encontrar um tempo para a prática diária, preferencialmente que a pessoa fique deitada em seu quarto e realizar a seguinte técnica:
- Fazer uma oração solicitando apoio espiritual e explicar o motivo pelo qual irá realizar o desdobramento;
- Vencer a barreira do medo;
- Relaxar seu corpo 100% enquanto estiver acordado;
- Concentrar-se 100% no que está fazendo;
- Ter energia suficiente disponível;
- Forçar a separação do perispírito.
Esta prática poderá auxiliá-lo, contudo os resultados nem sempre acontecem com a rapidez que desejamos o que exige paciência, persistência e muita prudência.

BILBIOGRAFIA
-         Nos domínios da mediunidade – Chico Xavier – Esp A. Luiz
-         Mecanismos da Mediunidade – Chico Xavier – Esp A. Luiz
-         Desafios da Mediunidade – Raul Teixeira – Esp Camilo
-         Diálogo com as sombras – Hermínio C Miranda
-         O livro dos espíritos - A. Kardec – Livro II - Cap 8 Emancipação da alma
-         A Gênese - Allan Kardec - Cap. XIV, It 23
-         Vida, desafios e soluções – Divaldo P. Franco – Esp Joana
-         Dados de pesquisa em Parapsicologia

95 comentários:

  1. adorei e sempre buscar esclarecimento e quando encontramos e otimo

    ResponderExcluir
  2. Estou tendo muitos desdobramentos conscientes, confesso que estou um pouco confusa, pois até cheguei a pensar que seria algum tipo de doença mental,pq vejo e ouço coisas e pessoas nesse espaço "vago" que entro, parece ser uma alucinação onde permaneço o tempo inteiro consciente, isso está despertando em mim a busca pelo conhecimento, pelo estudo da doutrina. Na verdade o que me da forças é ter tido a ajuda de pessoas queridas que me levaram para esse caminho, o Espiritismo Kardecista. Pois desde muito nova me ocorreram muitas coisas que me levaram a crer ser fenômenos mediúnicos.
    Sempre busco entender, e agora estão sendo esses desdobramentos constantes, dia pós dia. Esse artigo me ajudou muito, agora procurarei livros para ler que envolvam o assunto.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá baabi2106! Que bom que este artigo lhe foi útil. Fico feliz pois assim, o blog está cumprindo a sua finalidade.
      A nossa busca é interminável e a Doutrina Espírita nos esclarece tudo sobre a espiritualidade.
      Persista, estude muito, reflita, medite, que a caridade seja a sua bandeira e tenha a certeza de que você está no caminho correto para uma evolução espiritual com Jesus.
      Paz e Luz
      Joilson

      Excluir
  3. Olá, meu nome é Amanda, tenho 23 anos, e pelo o que eu me lembro, eu tenho alguns sintomas estranhos desde os meus 15 anos, eu não sei explicar muito bem o que se passa comigo, só sei que parece que eu "desligo" as vezes, e não importa onde eu esteja, parece que o lugar que eu estou, por mais familiar que seja, fica estranho, como se outra pessoa estivesse vendo pelos os meus olhos, uma pessoa que nunca esteve ali onde eu estou no momento desse transe, e eu Amanda sinto isso, vejo como se fosse com os olhos de outra pessoa e vejo com os meus, escuto coisas e as vezes também vejo lugares que eu nunca vi na vida, isso tudo acordada, meu corpo fica pesado e na maioria das vezes não me sinto nada bem. Eu não sei se estou ficando louca, se é algum problema psicológico ou tenho mediunidade. Minha mãe é espírita, e me falou várias vezes pra procurar saber o que é isso, pois ela acha que é mediunidade. Uma vez tive isso, esse "transe" quando fazia uma lição da faculdade, e quando voltei em mim, eu tinha escrito umas coisas estranhas, que não tinham sentido...e a última vez que deu isso em mim eu escrevi como me setia, minha perna furmigava, meus braços também e uma parte do meu rosto...Eu não sei o que está acontecendo comigo, procurei na internet e em livros, e o sintoma de mediunidade que chega mais próximo do que se passa comigo é o de desdobramento. Não sei mais o que fazer, porque, pode ser um dom, mas é muito ruim pra mim, pelo fato de não saber como lidar com isso. Gostaria de informações, uma ajuda.

    Grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amanda Tagliari, seu caso é bem interessante, antes de comentar gostaria que você me dissesse se posso deixar nos comentários ou devo excluir, pois é algo muito pessoal. Queria perguntar antes de ter postado, mas como não sabia teu email não tinha como perguntar, peço que envie email para joilsonctba@hotmail.com para que eu saiba o que fazer. Então poderei passar uma orientação mais detalhada. Paz e Luz - Joilson

      Excluir
    2. Eu tenho 16 anos , e tenho desdobramento enquanto durmo ou medito.. Pois eu acho que o seu, é mais do que desdobramento , porque é estranho uma pessoa fazer acordada sem querer ou sem medita , o mais comum é meditando muito ou dormindo ..

      Excluir
    3. Olá Amanda, meu nome é Esther, tenho 28 anos. Provavelmente vc já deve ter dado um destino para o q narrou ocorrer com vc.. Mas, de toda forma, acho válido dizer que COMIGO isso também acontecia, e muitas outras coisas TB.. Como deitar pra dormir e logo me desligar do corpo físico.. Ver meu corpo físico na cama e sair por aí perambulando e vendo minha família pela casa... Sempre fui kardecista desde nova, minha mãe sempre foi e minha família por parte de pai tem um centro de umbanda - filial a Tenda Mirim, e então chegou a um ponto em que eu não mais dormia pq ocorria isso de me desdobrar e não era bom pq além do medo e me sentia puxada.. E então começou se i tensificar quando acordada também.. E eu na época relacionei com o desdobramento mas vi que não tinha muito a v... Já trabalhava no centro de mesa e procurei a direção pedindo auxílio.. E então me encaminharam p trabalhar na mesa de desobsessao e me sentia MT mal.. Até físico mesmo... Não estava me ajudando a controlar aquilo q ocorria CMG.. Esses "transes".. Me sentia presa a alguém q nem sabia.. Como vc mesmo narrou... Foi qdo então resolvi ir no centro da minha família.. Pois, apesar de espírita kardecista e de todo o conhecimento da importância do trabalho da umbanda, eu, no fundo, guarda certo preconceito pornjulgar desnecessário o espírito vir se manifestar dessa forma.. No entanto, fui a procura.. E então caiu dos meus olhos o véu do preconceito.. Vi que havia estudado a doutrina kardecista (estudo este q n tem fim e q até hj busco) mas q era chegada a hra necessária de fazer algo a mais.. Qd fui ao centro senti na hra aqueles sintomas.. Qdo então me dei conta da minha mediunidade de incorporação... Nós q temos mediunidade dessa forma devemos nos vigiar ainda mais pq acabamos ficando MT a mercê da espiritualidade e nem sempre são bons espíritos... Então foi na umbanda q aprendi a controlar.. E,desde que comecei a trabalhar lá, não mais ocorreu esses transes que hj vejo como incorporação consciente e não total q eu tinha... E, depois de abrir mão do medo, tudo fluiu, os trabalhos mediúnicos, meu trabalho interno reformador. Caso não tenha ainda feito nada a respeito.. Talvez seja algo a se considerar.. Não importa a casa ou a doutrina.. Mas é MT importante q VV busque trabalhar essa mediunidade em VC.. E q tenha em mente que não foi lhe dada essa oportunidade em vão.. P então usa-la c sabedoria. Responsabilidade e caridade.. Em prol dos q necessitam. Bjs.

      Excluir
    4. Olá Esther! Grato por compartilhar a sua experiência. Muita Paz.

      Excluir
    5. Joilson, o que a Amanda narrou eu sinto exatamente igual. Ela falou nos mínimos detalhes a mesma coisa e a sequencia de coisas q acontecem comigo e que ninguem nunca soube me falar o que era. Tem algum tempo que não tenho isso, porem, era bem frequente. Sou medium, e frequento um centro, porem gostaria muito de saber quais foram as suas palavras de resposta, que enviou pessoamnete para a Amanda. Será que vc pode me dizer?

      Excluir
    6. Olá ArquiteTTas, tudo bem? Para facilitar peço que envie email para joilsonctba@hotmail Assim, poderei escrever em privativo para você, caso deseje. Muita Paz.

      Excluir
  4. Olá Joilson,não me lembro desde quando começou,no momento que me deito para dormir antes de dormir propriamente dito,pois sei que estou acordado,pois é exatamente minutos após me deitar,sinto meu corpo imobilizado,faço muita força,mas não consigo move-lo,tento falar chamar por ajuda,mas a voz também não sai,só alguns gemidos,e quando isso acontece pedi a minha esposa para me acordar,pois entro em pânico e assim ela o faz.As vezes antes de dormir eu digo a mim mesmo que vou tentar ficar calmo para ver o que acontece,para saber se tenho alguma resposta mas é mais forte que eu o pânico.
    Já fazia um tempo que isso não acontecia,agora que voltei a frequentar com mais frequencia um centro espirita,esses fenômenos voltam a acontecer,não comentei ainda lá no centro sobre isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carlos, desculpe a demora em responder é o corre-corre rsrsrs.
      O estado de catalepsia é uma das características de um desdobramento consciente, este estado foi muito observado pelos parapsicólogos em pessoas que os procuravam para relatar o fenômeno. Fica tranquilo que é natural, até que você aprenda a dominar o fenômeno. Não adianta fazer força, tentar falar, gritar, se mexer, nada disso adianta, ao contrário, aumenta a sensação de pânico e medo. O melhor a fazer é manter a calma, prestar atenção na respiração, tentar engolir saliva, estas dicas farão você voltar ao corpo físico. Ao tomar consciência deste estado é melhor partir para o desdobramento consciente, colocando-se à disposição dos mentores espirituais para o trabalho no bem. Quando você aprender o autocontrole descobrirá todo um universo a ser explorado. Caso você participe de algum trabalho mediúnico no centro em que frequenta, notará que poderá ser muito útil relatando o trabalho do lado de lá. Paz e Luz.

      Excluir
  5. Meu nome é Daniel, desde que nasci tenho uma consciência muito singular dos fatos. Lembro de momentos antes de encarnar, bem como, momentos depois de nascer. Essa memória atrelada profundamente com o desdobramento sempre me seguiu desde o nascimento. Quando criança costumava muito em ir a lugares lindos, com muitas arvores com copa grossa e alta, com pastos verdes e perfeitos, brumas calmas, enfim, tudo a fim de brincar com outras crianças ou então para treinar minha capacidade de volitar. Claro que na época, não entendia muito o que acontecia, porque minha consciência como encarnado era uma e a medida que cresci se tornou outra. Tive e tenho ao longo de toda a minhas existência, hoje eu tenho 30 anos, desenvolvidos aptidões que aparentemente não me pertenciam nessa existência. Tive período muito conturbados porque era um terror pra mim, dormir aqui e acordar lá, dormir lá e acordar aqui. Se não fosse o Espiritismo, o estudo da doutrina certamente estaria em um hospício, local ao qual minha mãe chegou a cogitar em me internar, de VERDADE. Tive muita instabilidade emocional, relembrei algumas vidas passadas, encontrei espíritos muito caros ao meu coração, mas percebo que aprendi e aprendo muito. Sempre tive a sorte dos verdadeiros anjos divinos me acompanharem, desde os encarnados quanto aos desencarnados. Conto aqui minha experiência, porque, hoje dia 18/04/2013 tive uma experiência muito intensa de desligamento do corpo, vi e ouvi muitas coisas, tentei ajudar pessoas. Tenho a certeza que talvez ninguém nem leia o que estou escrevendo, ou nem saibam que eu existo, mas preciso desabafar com pessoas que sabem o que eu passo. Uma coisa é ler me livros, tem uma idéia ou impressão. Outra coisa é você estar conectado, ligado, em contato constante e saber que deve-se esforçar para melhorar, não porque é bom ou vai te levar em caminhos superiores, mas porque te faz sentir feliz, te traz paz e sentir-se completo. Isso só é possível alinhado a pratica do amor diário. Obrigado por lerem a minha mensagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei ler sua experiência Daniel, parabéns por relatar sua história de vida me identifiquei com sua vida quase pensei tbm estar louca a minha vida toda e ao ler o relato de Carlos eu vivo constantemente o desdobramento consciente, estou perdendo o MEDO,mas é um longo exercício rsrsrsrs e quanto a Joilson, muito obrigada pelas orientações e bibliografia dos livros a ler.

      Excluir
    2. Olá tudo bem? interessante seu relato, suas experiencias são bem intensas legal isso , um dom muito Bonito, eu tbm tenho as mesmas coisas , mais não muito frequentes assim como as suas , minha mediunidade esta muito aflorada porque eu tbm desde criança tenho essas coisas , mais suas experiencias são bem profundas , pois eu ainda nao me lembrei de nenhuma vida passada, apenas desdobramentos, visões, premonições , esse tipo de coisa tbm estive em outros locais. então tive um casamento de 9 anos e sempre quis ter um filho nunca conseguir , comecei um tratamento porque descobrir que tinha problemas, mais aconteceram umas coisas eu parei o tratamento, me separei e agora estou retomando meu casamento graças a Deus comecei novamente o tratamento. e ai tive um desdobramento que me levou a um lugar e me mostrou exatamente o que eu precisava saber. porque mesmo estando retomando meu casamento eu tinha algumas duvidas se deveria ter logo o filho como ele queria ou não. e ai no meu desdobramento fui a um lugar que não tinha nada de Natureza, arvores, casas , animais nada disso. se eu olhasse para os lado tudo era deserto, só tinha mesmo chão. e uma pessoas de costas para mim caminhando de costa no caminho contrario ao que eu estava era um grupo onde estavam todos com uma bata branca seguindo um caminho eu nao reconheci ninguém pois estavam todos caminhando em frente e de costas para mim eu fiquei apenas em um lugar e vi aquelas pessoas indo embora ou Voltando. e o que me chamou atenção foi que no meio daquela gente toda tinha uma criança de mas ou menos uns 2 a 3 anos ela ficou e me rodeava correndo e chorando muito , todos tinham ido e ela tinha ficado, no centro me disseram que aquela criança era a criança que estava preparada para vir para dentro de mim já que eu tinha esperado tanto por isso e que aquele choro era porque eu ainda tinha duvidas sobre a vinda dela ou não.
      Com relação a cogitação de Internar em um hospicio é Comum as Familias querer fazer isso, hj o que mais se ver são mediuns presos em hospicios taxados como loucos, porque loucos? porque eles enxergam mais profundo do que os outros? porque ver mais além? a pior loucura é interna los. bom se quiser conversar mais sobre suas experiencias me add no face . sheylinha cavalcanti. será um prazer compartilhar com vc . um grande abraço otima semana.

      Excluir
  6. Meu nome é Osmar, estou frequentando um centro espirita e desenvolvendo minha mediunidade que já está um pouco avançada, o que acontece é que de duas sessões pra cá estou sentindo algo diferente, uma senssação de que não estou ali.
    A primeira vez foi somente de não estar no local, a segunda um pouco diferente foi uma senssação de não estar no local mas também de estar vendo um local diferente só que um pouco dificil de se localizar.
    Nas duas experiencias volto sempre acompanhado de uma encorporação de um mentor.
    Gostaria de saber se esse acontecimento pode estar ligado em algum tipo de desdobramento e que livros posso comprar para estudo?
    Agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Osmar. Primeiramente gostaria de pedir desculpas por não ter visto sua postagem antes.
      Quando estamos em uma sessão mediúnica e ocorre o desdobramento, normalmente somos acompanhados de uma equipe espiritual para atuarmos em alguma região seja no plano físico ou não.
      Muitas vezes somos utilizados como doadores de ectoplasma, mas também para sermos o instrumento para a psicofonia (incorporação) de algum irmão que necessite.
      Quando acontece comigo, tenho o hábito de narrar para os demais membros do trabalho o que se passa no plano espiritual e muitas vezes, basta fazer o convite, estender a mão que ocorre a comunicação, não apenas do mentor, mas do espírito que precisa de ajuda.
      Recomendo a leitura do Livro dos Médiuns (pelo menos umas 5 vezes) e livro dos espíritos.
      Espero ter ajudado, qualquer dúvida é só perguntar.
      Paz e Luz

      Excluir
  7. Boa noite amigo.
    Numa das frases foste tão negativo.
    Estude bastante.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá tudo bem?
      Gostaria de pedir que cites qual frase foi negativa para que possamos analizar o contexto e corrigi-la caso necessário.
      Paz e Luz
      Joilson

      Excluir
  8. Eu tenho alguns desdobramentos , mais estou dormindo li algumas coisas que falam que o desdobramento inconciente vc não lembra de imediato, mais o meu sempre é inconciente e quando eu retorno eu me lembro de tudo exatamente como se fosse um filme passando lembro de cada detalhe.

    ResponderExcluir
  9. Olá amigo joilson!meu nome é maíza,há quase um ano meu marido regressou ao mundo espiritual,e ta sendo dificil continuar a caminhada pois amo ele demais,e ainda sou jovem,tenho 27 anos,me perdi dos meus sonhos e dos ideais,mas estou tendo o amparo da espiritualidade.e desde que comecei a frequentar as reuniões tenho desdobramentos e para minha felicidade converso com meu marido,sinto seu cheiro,sinto sua pele,ouço barulhos,e as vezes forte zumbido nos ouvidos...é tão real que fico admirada com essa possibilidade,é como se eu matasse um pouco da saudade,e quando toco na sua pele ou quando sinto ele se aproximar de mim sinto uma energia muito forte um certo tipo de magnetismo que arrepia meu corpo...isso tudo no desdobramento.Mas a minha dúvida é se é preciso educar esse processo de desdobramento ou não?isso é um tipo de mediunidade a ser educada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maíza!
      Entendo que todo tipo de mediunidade deve ser educada, para que melhor possamos servir no trabalho do bem. Quanto mais lermos sobre o assunto, estudarmos o Livro dos Espíritos, Livro dos Médiuns, procurar melhorarmos como pessoa e praticarmos a caridade desinteressada, ficaremos mais aptos ao trabalho com a mediunidade.
      Paz e Luz

      Excluir
    2. obrigada pela atenção...valeu a dica,paz e luz!maíza

      Excluir
  10. Eu estou lendo a bibliografia aqui do blog antes de começar...confesso que ainda tenho um pouco de medo. Há umas semanas, recorri a um amigo que tem essa habilidade. Só que esse amigo não usa essa habilidade todas as vezes para...o bem. Não sei bem o que aconteceu, mas eu não me senti bem. E depois que eu vi o tamanho do meu desespero, me senti ainda pior. Ontem, conversando com meu cunhado, que é um ser de muuuuita luz(chega a dar paz quando se fica do lado dele) me ensinou o jeito...certo, digamos assim. Eu preciso saber de muitas coisas sobre mim mesma, pra entender o que já aconteceu comigo, e o que está acontecendo também. O que eu quero saber é como eu vou saber que já está acontecendo o desdobramento? Como eu conseguirei falar com meu mentor espiritual? E com meu anjo da guarda?? Preciso muito de ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiza! Muita paz!
      "O que eu quero saber é como eu vou saber que já está acontecendo o desdobramento?"
      R: Você poderá sentir teu corpo diferente, talvez mais leve.
      Se der um salto poderá levitar.
      Teus pensamentos serão mais vívidos.
      Olhe para o ambiente em que se encontra, se for o teu quarto olhe para a cama e poderá ver teu corpo ali.

      "Como eu conseguirei falar com meu mentor espiritual?"
      R: Antes de iniciar a experiência, faça sempre uma oração pedindo proteção ao teu mentor espiritual, coloque um propósito na prática, exemplo: vou sair em desdobramento com o objetivo de ser útil no plano espiritual/astral.
      Quando notar que está fora do corpo, mentalize teu mentor solicitando auxílio.
      Se você sentir medo, pense em teu corpo e voltará automaticamente.
      O trabalho de autoconhecimento deve ser constante.
      o "vigiai e orai" que Jesus ensinou deve ser a cada instante.
      A mudança de conduta (reforma íntima) é imprescindível.
      Praticar a caridade seja por pensamentos, atos e palavras cada vez mais.
      Leitura do livro "O evangelho segundo o espíritismo" é excelente para compreender muitas coisas, este deve ser um livro de cabeceira.
      A prática diária de meditação também ajuda.
      Tudo isso irá lhe auxiliar neste processo.

      O importante é você se conhecer, saber como a experiência funciona para você, cada pessoa irá relatar uma particularidade.
      Espero ter auxiliado.
      Paz e Luz

      Excluir
  11. O Evangelho já é meu livro de cabeceira!
    O que anda me faltando é coragem! Pra...tudo! rs!
    Você ajudou muito sim!
    Mais que obrigada!!

    ResponderExcluir
  12. Bom gente eu me chamo Jocemar Gutierres e hoje conto aqui o que eu vivi pois minha mãe caiu doente e ficou 4 meses no Hospital da santa casa da cidade de Campo Grande-MS , e os medicos ja tinha falado pra mim que éra mais facil éla vim a falece do que sobrevive , bom ia todo dia visita a minha mãe e sempre sai arrasado de la de ve o sofrimento da minha mãe , bom quando foi no domigo as 8 da noite que visitei éla éla tava muito mal e o medico falou sua mãe não esta bem fique perto déla que o estado déla é grave ai comecei a chora e pedi muito a deus que naõ levasse a minha mãe , bom sai do cti ruim e fui para a minha casa mais não conseguia dormi fui dormi éra as 3 horas da madrugada quando consegui dormim , eu vivi uma experiencia muito real pois eu tive o dom divino de deus de presencia a partida da minha mãe , bom eu me vi na sala do cti vi a minha mãe na minha frente e vi ao seu lado o medico dando 3 vezes o choque néla pra fazer éla volta mais na terceira vez do choque éla acordou e me abriu os braços e falou olhando pra mim eu estou bem e éssa foi a minha experiencia de desbobramento foi ai que me falarão que tive esse dom de ve a partida da minha mãe e ai as 8 da manhã recebi a notici que minha mãe estava morta que tinha falecido mais ja sabia antes de atende o celular da assistente social eu tive esse dom de ve minha mãe parti e se despedi de mim acho que se não fosse esse conforto da minha mãe eu não ia aguenta e tinah falecido junto minha mãe quiz me prepara pra recebe a noticia de sua morte nossa fiquei muito feliz em te tido esse desbobramento abraço é isso fim

    ResponderExcluir
  13. Ola, meu nome é Arnaldo Souza, já passei por algumas experiência de desdobramento, no inicio era muito confuso pra mim sempre achava que estava ficando louco, em um desses desdobramento lembro que estava quase desacordo ou acordado, lembro que passeava por um hospital na qual nunca tinha visto antes, ouvia pessoas pedindo ajuda, era criança, idosos, nesse dia foi muito intenso quando retorno fico com o coração acelerado, meu corpo completamente sem se mexer por alguns minutos e todo suado, o mais curioso que em todas as vezes que senti tinha alguma coisa segurando no meu pulso, eu sentia mas nunca conseguir ver, mas depois comecei a pesquisar entender melhor o que realmente sentia, até então tive curiosidade em ir a um centro espirita procurar por informações, passei um bom tempo frequentando, ate que por motivos de trabalho não tive como frequentar devidos os horários. Sempre que acontecia mim sentia bem, ficava leve, era uma sensação de liberdade. Mas gostaria de saber por que não sinto mais?

    ResponderExcluir
  14. Olá Arnaldo, não tenho como dizer exatamente o porque não ocorre mais o fenômeno contigo. Podem ser diversos os fatores. No Livro dos Médiuns, Allan Kardec, capítulo 17 - Formação dos Médiuns - Perda e Suspensão da mediunidade - trata do assunto. Sugiro a leitura deste capítulo. Abraço - Paz e Luz

    ResponderExcluir
  15. Olá, quero contar minha experiência, certo dia estava dormindo quando derrepente ouvi muitos barulhos (ruídos) parecidos com um radio sem sintonia, então abri os olhos achando que estava acordada e com algum barulho mesmo no quarto, porém tive uma sensação estranha e vi que nao estava acordada e sim tendo algo que nao sabia o nome até então , nunca tinha visto ou pesquisado sobre ... vi que meu corpo estava subindo devagar .. e quando abri os olhos vi eu mesma deitada.. entrei em desespero e comecei a pensar para voltar ou oque estava acontecendo e aos poucos foi deitando logo que deitou por completo abri os olhos contudo. FOI SUPER ESTRANHO.. fiquei muito assustada. Dai então comecei a pesquisar ..

    Tive outras vezes mais bem simples nao teve barulho nada, simplesmente só sai do corpo e olhei ao redor e voltei.

    E ontem (15/07) aconteceu dinovo e fiquei com muito medo, nao sei como controlar .. meu coração fica acelerado e não sei como lidar.. se eu relaxo e fico leve pra deixar acontecer ou eu me prendo a isso ??
    Ontem eu estava dormindo quando comecei a "sonhar " com a minha chefe no caso eu tenho alguns problemas com ela sinto uma coisa ruim quando chego no meu ambiente de trabalho e sempre quando ela está lá. entao no meu sonho eu estava tremendo muito muito e mostrando pra ela foi ai que comecei a ficar consciente que estava acontecendo pois no momento que estava tremendo no sonho foi quando eu estava saindo do meu corpo .. entao vi um rosto muito bonito " somente a luz" com um BATOM bem rosa ( no caso eu adoro batom rosa) e meu corpo começou a subir e subir e fiquei meio de lado .. então comecei a rezar no pensamento para eu voltar pois fiquei com medo e não voltava .. fiquei com os olhos fechados .. e como se eu estivesse segurando a minha cama .. com todas as forças para nao sair de lá de todos os jeitos.. com a mão .. ate mesmo com a boca seila como era aquilo.. e teve um momento que minhas mãos estavam como se eu estivesse rezando .. Quando eu voltei me lembrei de tudinho e estava respirando muito muito forte e meu coração acelerado.

    SERÁ QUE ISSO SIGNIFICA ALGO? por exemplo no caso da minha chefe " e o rosto que vi com o batom bem rosa ?? SERÁ QUE É ALGUM AVISO ? ALGUM CAMINHO OU ATITUDE QUE DEVO TOMAR?

    ResponderExcluir
  16. Olá amiga anônima, que bela experiência você teve!!! Confesso que às vezes fico com uma pontinha de inveja das experiências que vejo aqui rsrsrs pois as minhas não chegam nem perto disso.
    1º É normal o coração bater mais forte e a respiração ficar acelerada devido a volta ser muito rápido, com o tempo você aprende a controlar esta situação.
    2º Este é um fenômeno natural que ocorre com todas, repito TODAS as pessoas, todas as noites, contudo, nem todas tem a consciência do que faz. Logo, fique tranquila, você é privilegiada ao ter esse nível de consciência.
    3º Rosto envolvido por uma luz, provavelmente seja teu guia espiritual, teu anjo da guarda, procure fazer contato com ele (a) da próxima vez, pois eles querem nos ajudar e sempre tem muito a nos ensinar.
    4º Como diz aquela música: "deixa acontecer naturalmente..." rsrsrs Quanto mais você tentar evitar, mais acontecerá, relaxe, aproveite a experiência, faça uma oração antes de dormir pedindo o auxílio necessário e coloque-se à disposição para auxiliar.
    5º Se na experiência relatada existe algo relacionado a tua chefe, somente você poderá descobrir, está com a faca e o queijo na mão. Quem sabe você poderá ajudá-la em alguma questão.
    Espero ter ajudado, qualquer dúvida poste aqui.
    Paz e Luz
    Joilson

    ResponderExcluir
  17. Oi eu me chamo Jocemar Gutierres Marques alves BOM queria sabe por que tive esse dom de te visto a passagem da morte da minha mãe , e o mais engraçado disso tudo é que quando minha avo faleceu no domingo perto do meio dia depois que enterramos a minha avo na segunda feira vi éla me fazendo carinho do lado da minha cama na terça feira , e quando meu pai faleceu tb vi ele no dia que fiquei desesperado chorando eu vi meu pai de branco em pé na minha frente só isso mais nada e ai quando perdi a minha mãe éla veio me avisa de sua partida me deu um dom de ve a sua partida para outro plano e me deu a chance de ve tudo o que aconteceu de verdade e isso que me deu uma certa tranquilidade pra suporta tamanhã dor de ve a minha mãe morta sera que sou muito ligado a familia ? por isso tive esse privilegio de deus a permição de deus pra ve eles pra te o desdobramento hoje sinto tanta falta de minha mãe que não sei se vou aguenta fica nesse mundo só sem a minha mãe esses dia cheguei em casa sinti o cheiro da minha mãe queria muito ve a minha mãe mais uma vez sera que isso é possivel pra mim ??? abraço xauu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo Jocemar! Entendo que Deus nos ama tanto que nos permite ver aqueles que nos precederam na espiritualidade, para termos a certeza de que estarão sempre ao nosso lado, que nunca nos deixarão e nos orientarão sempre que necessitarmos. Em desdobramento, pelo sono, todas as noites, temos a oportunidade de reencontrar nossos entes queridos, aliviarmos a saudade e termos a certeza de que um dia estaremos todos juntos novamente. É como fazer uma viagem a um país distante, mas sabermos que estamos sempre ligados um ao outro. Ore por eles e por ti também, "pedis e obtereis" ensinou Jesus. Força e Fé. Abraço

      Excluir
  18. Boa noite, gostaria de saber o que acontece comigo, pois desde pequena, quando fecho meus olhos, sinto meu corpo flutuar, chego até sentir mau estar. Comecei a fazer o evangelho no lar e quase todas as vezes que vou fazer a oração ao fechar os olhos, vou sentindo meu corpo flutuar quando percebo ja estou no teto da sala... Quando deito fico flutuando sem parar até adormecer, mas não consigo ver nada, pois quando abro os olhos volto para onde estava, somente sinto! O que poderia ser isso? No centro espirita que vou me disseram que é mediunidade, mas nao vi nada sobre esse tipo de mediunidade e nem sei como funciona! Obrigada pela atenção, Abraços fraternos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Haylla, acredito que você tenha desdobramento o que é natural, você leu o artigo acima? Pegue o livro dos espíritos - A. Kardec – Livro II - Cap 8 Emancipação da alma - aqui está muito bem esclarecido sobre o desdobramento.
      Para cada pessoa acontece de forma diferenciada, não é como receita de bolo (risos) que funciona igual para todos. Você precisa aprender a lidar com o modo que acontece contigo. Por isso um filósofo na antiguidade já disse: "Conhece a ti mesmo". No livro Nos domínios da mediunidade – Chico Xavier – Esp A. Luiz - Também tem casos comentados por André Luiz e no livro Vida - Desafios e Soluções de Joana de Angelis, também é falado sobre o assunto. Na internet se você digitar no Google (desdobramento astral - viagem astral - projeção da consciência - projeção astral) encontrará muita informação, mas é necessário saber filtrar muito do que aparece na internet. Existe um livro, não espírita, intitulado: "A VIAGEM DE UMA ALMA" - de Peter Richelieu - ed Pensamento que narra a experiência de um Psicanalisa nos anos de 1940 - é uma excelente obra. O importante é você aprender a lidar com a sua experiência, para isso uma dica, peça ajuda ao teu orientador espiritual, com certeza ele estará ao teu lado para auxiliá-la, mas se você tiver medo ficará difícil, vencer a barreira do medo é importantíssimo para experiências mais abrangentes. Paz e Luz

      Excluir
  19. Oi tenho muitas histórias de desdobramento, isso esta sendo uma frequência em minha vida. Estudo a sete anos a doutrina espirita e sei algumas coisas sobre desdobramento. Mas o curioso é que eu não fico consciente totalmente. Essa noite por exemplo, senti e vi eu levantando, mas quando olhei para a cama vi o corpo do meu marido mas o meu não a cama estava vazia desse lado. sai pela casa e acabei voltando para o corpo. Sai novamente, e aconteceu a mesma coisa o meu lado da cama estava vazio e o meu marido ao lado dormindo. Mexi com ele em desdobramento. Andei novamente pela casa, sai flutuando pela janela do meu quarto e fou ótimo. A dúvida que eu tenho, é que toda vez que tenho o desdobramento minha respiração fica diferente parece mais fraca, o que seria isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá tudo bem? Muito interessante o teu relato, nunca tinha ouvido algo assim.
      Quanto a tua dúvida, infelizmente não poderei esclarecer, não sei dizer a razão de a sua respiração ficar mais fraca. Poderíamos conjecturar muitas hipóteses, mas nada com certeza, nunca li nada a respeito. Uma dica: a próxima vez em que estiver fora do corpo, procure investigar na fonte, ou seja, do lado espiritual/astral.
      Paz e Luz
      Joilson

      Excluir
  20. Oi, eu já tive três experiências de desdobramento da alma, sem falar que quando pequena eu era sonâmbula.
    A primeira eu pouco me recordo mais senti como se minha alma tivesse saindo do corpo. E ignorei porque não tinha conhecimento da doutrina.
    Conheci um espírita e pedi que me apresentasse o espiritismo, no decorrer da explicação, vi que tudo o que eu estava ouvindo era compreendido e aceito por mim.
    A primeira, eu não conseguia mexer o meu lado direito e senti uma energia positiva desse lado, até que ouvi alguém me chamar... Pensei não ter ouvindo pois eu estava meio que naquele estado de um pequeno cochilo. A voz insistiu por mais duas vezes até que resolvi olhar e notei que uma parte do meu corpo estava imóvel e me esforcei tanto que de repente, senti como se minha alma estivesse saindo do meu corpo (minha unica explicação), eu tentava puxar de volta e era como se doesse. A voz era suave e enfim, acho que alguém queria se comunicar comigo.
    E a segunda não tem três dias sequer. E foi o mesmo causo, eu cochilando, senti um arrepio bom no meu lado direito e a mesma sensação de "alma saindo do corpo" e era uma força me puxando pra um lugar leve e desconhecido, mais por medo, eu resisti e acabei por me acordar.
    Estranho porque eu lembro de tudo, estou dormindo, em acordo, chego a levantar, falar com alguém e tal. E de repente quando eu volto a fechar os olhos, isso acontece. Já fiz leituras, peguei todo material que pudesse me ajudar e inclusive tive ajuda do amigo espírita e apenas compartilhando com vcs! Obrigada, adorei a página. Seguindo as instruções...
    Entretanto, Joana ensina que vivemos com nossa mente adormecida, o que dificulta a lucidez durante o desdobramento. Outro fator impeditivo é o medo, se desejas ser útil à espiritualidade deve vencer o medo. Para conseguir a plena consciência durante o desdobramento são necessários treinamento e disciplina, encontrar um tempo para a prática diária, preferencialmente que a pessoa fique deitada em seu quarto e realizar a seguinte técnica:
    - Fazer uma oração solicitando apoio espiritual e explicar o motivo pelo qual irá realizar o desdobramento;
    - Vencer a barreira do medo;
    - Relaxar seu corpo 100% enquanto estiver acordado;
    - Concentrar-se 100% no que está fazendo;
    - Ter energia suficiente disponível;
    - Forçar a separação do perispírito.
    Esta prática poderá auxiliá-lo, contudo os resultados nem sempre acontecem com a rapidez que desejamos o que exige paciência, persistência e muita prudência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rayane, obrigado por compartilhar a tua experiência. Acredito que estes relatos auxiliam muitas pessoas que passam por este tipo de fenômeno e não sabem como lidar.
      Paz e Luz
      Joilson

      Excluir
  21. É A PRIMEIRA VEZ QUE VENHO AQUI NESTE SITE. LI SOBRE DESDOBRAMENTO. EU ACHO QUE JÁ ME DESDOBREI, POIS ME VI SAINDO DO CORPO. E VI ALGUMAS PESSOAS. TENHO DÚVIDAS SOBRE O QUE VI, SE FOI REAL OU SE FOI DEVANEIOS. MINHA NAMORADA É ESPIRITA E FALOU COMIGO A RESPEITO DE DESDOBRAMENTO. TENHO FACILIDADE EM CHEGAR NO ESTADO DE CATALEPSIA, SEI QUE ESTOU NO ESTADO PARA O DESDOBRAMENTO, MAS NÃO CONSIGO MAIS SAIR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Bebeto Cunha, muita paz!
      Realmente esta é uma experiência impressionante, normalmente temos dúvidas se é sonho ou se é desdobramento. Interessante você conseguir identificar o estado de catalepsia, o importante nesse estado é você relaxar, pois se ficar apegado à experiência, poderá não ocorrer. Relaxe e com o tempo aprenderá a fazer o desdobramento consciente. Lembre-se de que existe um mentor espiritual (chamado de anjo da guarda em outra religiões) que poderá te ajudar. Faça uma oração pedindo auxílio e com certeza será ajudado. Paz e Luz Joilson

      Excluir
  22. olá, raras vezes consigo ter umas dessas experiências.Já aconteceu uma 3 vezes .Acontece que não consigo sair totalmente do meu corpo. e também não consigo enxergar .Só sinto que meu corpo fica muito pesado e sinto um mal estar.Nunca conseguir sair totalmente e sempre fico presa.É nessas horas que volto .Porque será que não consigo sair?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Flávia, saudações!
      Esta é uma experiência que para algumas pessoas acorre facilmente, para outras necessita um pouco de treino. Estas sensações são normais, o sentir-se pesada e presa, mas com a prática diária, conseguirá aprimorar esta experiência. Lembre-se de sempre fazer uma prece solicitando amparo da espiritualidade. Paz e Luz.

      Excluir
  23. Ola, o que fazer quando ocorre desdobramentos? Tipo estou em casa e ocorre, o que fazer? Ultimamente estou sentindo que estou aqui e nao estou. Mas nao me vejo wm outro lugar. O que muda mais eh minha visao e nao me sinto muito bem. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Quando ocorre o desdobramento e desde que seja consciente, você tem infinitas possibilidades para explorar o outro lado da vida. Mas como eu disse, você precisa estar consciente do que está acontecendo. Basicamente, faça uma oração solicitando ajuda do teu guia espiritual, estude sobre o assunto nas obras indicadas acima e aprenda com a própria experiência, logo você estará dominando a técnica e saberá o que fazer. Paz e Luz

      Excluir
  24. Ola depois do falecimento da minha avo que eu era muito apegada senti a necessidade de conhecer a doutrina espirita, foi um chamado de deus mesmo pois minha familia nao segue nenhuma religiao e ninguem nunca me falou sobre o assunto, mas tenho estudado muito e cada dia e um despertar, entao noite passada durante o sono eu me senti balançando de um lado pra outro igual em uma rede ai entao senti minhas pernas levantando, saindo do corpo msm, ai quando senti isso fiquei com muito medo e senti caindo de volta para meu corpo, nao somente as pernas que eu senti levantando mas tudo, ai ja de volta foi como tomar um choque senti o corpo todo tremer, foi muito real, quero muito treinar e conseguir perder o medo para ter essa experiencia , mas foi tao inesperado nao tive como nao me assustar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jade, tudo bem?
      Obrigado pelo depoimento.
      Muita Paz

      Excluir
  25. Joilson, que bom encontrar seu blog. Estou frequentando um Centro Espírita, onde faço curso e recebo tratamento espiritual, o qual procurei justamente por apresentar uns episódios que chamo de surto. Hoje no curso fui informada que posso estar passando pelo desdobramento. Mas fiquei com a seguinte dúvida: pode o desdobramento deixar sensações extremamente ruins? Porque as experiências que eu tenho são apavorantes e me traumatizam muito. Resumindo, caso possa me dar uma luz (rs): Estou em um dia normal, com minha família, normalmente é a noite, mas bem antes de ir para cama. Eu sinto um frio no estomago, se instala um medo (que não tem motivo aparente), vem da região da barriga mesmo. Vai crescendo e em poucos minutos eu estou em pânico. Eu tremo muito, meu intestino solta incontrolavelmente, eu não consigo rezar (nem um pai nosso), meus pensamentos saem como ecos, minha voz falando varias coisas ao mesmo tempo e um medo religioso se instala na minha mente. Eu sinto que Deus vai me castigar por algo, eu começo a falar em Deus, Jesus, rezar ofegantemente em voz alta, mas não são orações conexas ou que eu esteja projetando para receber ajuda. É uma confissão desesperada, como se eu tivesse que me arrepender (de sei lá o que), senão eu iria "quebrar", enlouquecer, ficar naquele surto para sempre. Então meu marido faz uma oração, me abraça, minha filhinha também, e vou acalmando aos poucos e logo volto ao normal. O ruim é o medo de que aconteça novamente, de que dure mais tempo, de que possa me fazer mais mal do que só alguns minutos (normalmente 30 ou 40 min). Tem algum outro acontecimento em que o meu caso se enquadre melhor ou o desdobramento pode sim ter esse "efeito colateral"? Agradeço muito seu comentário. Priscila.

    ResponderExcluir
  26. Olá Priscila, primeiramente tive que publicar teu comentário porque não tinha um email para contato, assim consigo responder por aqui. Caso não queira seu comentário publicado no Blog avisa que eu excluo. Ok?
    Vamos lá: "pode o desdobramento deixar sensações extremamente ruins"? Sim, pode. Tudo vai depender de como está o teu estado emocional (vibração) e por onde andas em desdobramento.
    Ao que me parece, o sintoma ocorre antes de você ir dormir. Como você não relatou nenhuma experiência de desdobramento, imagino que o medo seja decorrente da eminência de uma possível, futura experiência de desdobramento. É isso? Caso positivo, permita-me imaginar uma situação hipotética: 1 - Digamos que você venha tendo sonhos que mais se parecem realidade, que você tem pleno controle, dentro do sonho, sobre tudo o que ocorre, quando acorda lembra de tudo e estes "sonhos" são extremamente desagradáveis.
    Logo, teu inconsciente arruma um mecanismo de defesa para evitar que você durma, assim, não teria esta experiência novamente. Em caso de desdobramento é a mesma situação. Inconscientemente você sabe que em poucos minutos estará fora do corpo e não deseja passar por situações desagradáveis. Esta é uma explicação, mas pode ter outras.
    Priscila, Deus é um pai amoro e não "castiga" ninguém é a nossa consciência que nos pune. Muitas vezes são reminiscencias do passado que emergem do inconsciente fazendo com que tenhamos certos comportamentos autopunitivos.
    O que você relata pode estar relacionado, também, com o início de uma mediunidade, mas não posso afirmar com certeza, sem conhecer mais detalhes do que se passa com você.
    Sugiro a leitura de O Livro dos Espíritos no Capítulo sobre EMANCIPAÇÃO DA ALMA e a leitura da série Psicológica de Joana de Angelis.
    Espero ter ajudado. Muita Paz.

    ResponderExcluir
  27. Meu nome é Melissa. e no dia 13-06 estive em estado de desdobramento consciente,qdo eu me senti completamente em luta com um espirito ruim, e não conseguia sair do meu corpo,porém fui tentando até que conseguir levitar ,depois que levitei escutei vozes na qual falava em ajudar o próximo,mas o que mais me instigava é o fato de conseguir lutar com outro espirito,é como se fosse o lado bom e lutava com ruim... por favor me responda o pq desse tipo de desdobramento e que era as vozes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Melissa. É assim mesmo. Quando estamos fora do corpo físico entramos em contato com o mundo espiritual no qual estão repletos de espíritos conforme as categorias ensinadas por Allan Kardec em - O Livro dos Espíritos - Parte 2ª - Capítulo I - Diferentes ordens de Espíritos - a partir da questão 96 até a questão 113. Leia também o Capítulo sobre Emancipação da Alma, referenciado acima, leia também, o Livro dos Médiuns que fala sobre os diversos tipos de mediunidade. Doutrina Espírita deve ser estudada diariamente, refletida, pensada e buscar sempre a reforma íntima. O contato com o mundo espiritual é fascinante, tando do lado belo, quando do não belo, tudo depende de nós, do nosso preparo para lidar com as infinitas possibilidades que surgem à nossa frente. Sugiro ainda, que procure o serviço de Atendimento Fraterno em uma casa espírita, com certeza te explicarão muitas coisas e se possível, participar de algum grupo de estudos sobre a Doutrina Espírita. Espero ter ajudado. Muita Paz.

      Excluir
  28. Uma vez tive um sonho.. Depois que li sobre desdobramento acho que talvez nao tenha sido apenas um sonho. " Sonhei" que eu andava por um campo e encontrava uma casa abandonada, essa casa era cinza, sombria... Nessa casa tinham varios espíritos sem cor, como se fossem pessoas em preto e branco. A medida que eu conversava com eles e lhe pedia pra que se desapegassem desse plano e seguissem um caminho de luz, que ali nao era o lugar deles... Eles adquiriam cor, suas roupas tinham a cor normal, sua pele adquiria cor. O mais curioso é que eu sou católica, nao tenho nenhuma formação espírita, nao frequento centro espíritas apenas ja li poucas coisas sobre a doutrina... Como eu poderia saber as palavras a dizer para esses espíritos?! É como se eu tivesse uma bagagem espiritual na alma. Posso considerar esse sonho um desdobramento?!
    Ja sonhei que me despedia do meu avô, na época do sonho ele já havia falecido. Tive um sonho também com meu avô após seu falecimento, sonhei que minha avó ( a viuva dele e que esta viva) se aproximava de mim e eu o via caminhando ao lado dela, mas no sonho ela nao sabia que ele estava ali mas eu o via coladinho nela. Esses sonhos também sao desdobramentos? Nunca tive a sensação de flutuar e nem de ver meu corpo na cama, todas essas experiências pareciam sonho, bem vivos e reais e que estão na minha memória ate hoje, mas sonhos...
    A experiência mais recente e mais real que tive na verdade nao foi em sonho. Acordei com a nítida sensação que havia mais alguém ali no quarto. Eu estava dormindo com meu namorado e naquela noite antes de dormir ele havia bebido bastante e nos brigamos muito. Mas eu fiquei ali pra cuidar dele. Nos dormirmos e eu acordei com uma frieza na região do estômago, esse frio no estômago parecia um redemoinho girando e mandando sopros pros braços e pras pernas. Sentei na cama e nao vi ninguém, mas aquela presença era mt real. Comecei a rezar e pedi a Deus que afastasse aquele espírito dali. Levantei da cama e quando segurei o trinco da porta, tive uma imagem como um flash, como se eu tivesse visto através da porta, a silhueta de uma mulher.. Abri a porta mesmo assim e nao vi nada. Sentei no sofá da sala e rezei ate cair no sono.
    Acho que talvez isso fosse um espirito que ele ( meu namorado) trouxe consigo do bar e eu acabei sentindo tudo mesmo que aquele espirito nao quisesse as minhas energias mas acabei sentindo por estar perto.
    No dia seguinte fui ate a igreja, rezei e acendi uma vela para aquela alma. Ai me tranquilizei!
    Desculpe o desabafo, mas não são todos que entendem o que seriam essas experiências, alguns podem ate achar que somos loucos. Espero que tenha sido clara nas minhas palavras! Gostaria de saber sua opnião sobre meus relatos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sarinha. Afirmar 100% que as suas experiências foram desdobramentos, não podemos, mas tudo indica que sim. Muitos dos sonhos, principalmente quando são "vivos" e que ficam gravados na memória são indícios de um desdobramento. O fato de você ser católica não quer dizer nada, as religiões são criações dos homens. A verdade é que somos seres imortais, espíritos criados por Deus e estamos em evolução ao longo dos milênios. No caso do namorado poderia sim, ter sido alguém que o acompanhou do bar, mas também poderia ser alguém tentando ajudar. Como diferenciar? Pela sensação que sentimos. A identidade de um ser espiritual é a sua vibração. Leia o Livro dos Espíritos, o capítulo EMANCIPAÇÃO DA ALMA. Você encontra o livro em pdf na internet poderá baixar e ler. Quando tiver uma experiência marcante, poderá procurar uma casa espírita, de preferência filiada a Federação Espírita e buscar pelo serviço que chamamos de ATENDIMENTO FRATERNO, alguém irá ouvi-la e lhe prestar os devidos esclarecimentos. Comece lendo o Livro dos Espíritos e o Evangelho Segundo o Espiritismo, você encontrará muitas respostas para as suas indagações. Espero ter ajudado. Paz e Luz.

      Excluir
  29. Oi, Joilson mendes bom dia ainda não quero me identificar pois estou com muito medo do que está acontecendo comigo, já tive agumas experiencias de sair do corpo enquanto durmo e ficar passeando pela casa, eu não consigo ver o meu corpo fisico mais sinto sair dele e fico flutuando dentro de casa, e a mais nova experiencia foi quando minha mãe desencarnou eu sair do meu corpo e conversei com ela depois voltei para o meu corpo , tive um pouco de dificuldade de acordar e quando acordei me senti cansada com a cabeça pesada,. alguem pode me explicar o que é isso se eu devo desenvolver isso em um centro espirita? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Desculpe a demora em publicar é o corre-corre rsrsrs.
      O desdobramento é uma capacidade natural que possuímos, desenvolver em uma casa espírita seria interessante se você se dispuser a trabalhar como médium, mas não é necessário. Cada experiência é individual. Você deverá estudar mais sobre o assunto e procurar interagir com outras pessoas que também fazem desdobramento para trocarem experiências. Leia o Livro dos Espíritos no capítulo indicado na referência deste artigo. Muita Paz.

      Excluir
  30. Boa tarde , meu nome é Monalisa e gostaria de relatar uma grande experiencia que vivi, acho que foi desdobramento espiritual .Minha mãe desencarnou e eu fique muito mal,com sentimento de que poderia ter feito algo a mais por ela , sentia uma angústia muito grande no meu coraçaõ e eu ficava 24 por dia pensando nela, me perguntando se ela partiu com mágoas de mim e então três dias após a sua partida eu estava dormindo quando senti meu espirito se deslocar do meu corpo e ir ao seu encontro. Foi uma coisa impressionante, eu a perguntei se me amava e se me perdoava e ela respondeu que sim.Foi um momento inesquecível e que me aliviou muito pois tive a certeza de ter estado com ela e que Deus me deu essa oportunidade de falar com ela, logo depois eu voltei para o corpo e tive um pouco de dificuldade de despertar mais relaxei e consegui acordar e lembrar de tudo. me senti muito aliviada com isso. Gostaria de saber se eu posso continuar com essa certeza de que estive com ela que esse tipo de coisa acontece ou isso pode ser coisa da minha mente.Obrigada!

    ResponderExcluir
  31. Olá Monalisa, tudo bem? A resposta para a sua pergunta, em minha opinião é SIM. Você pode ter esta certeza de que esteve com a sua mãe e esta situação é muito comum de acontecer. Leia em - O Livro dos Espíritos - o capítulo 8 que trata sobre a Emancipação da Alma. Lá é muito bem explicada esta situação. Muita Paz em teu coração.

    ResponderExcluir
  32. Olá,eu gostaria de colocar algumas questões mas em privado,é possível? Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá sim, mande para o email: joilsonctba@hotmail.com - Abraço

      Excluir
  33. Olá, me chamo Natalie e tenho 21 anos. Já experienciei alguns desdobramentos desde mais jovem, que eu me recorde, foram três. Ontem ocorreu novamente, porém, na ocasião senti uma ventania muito forte no meu rosto, fiquei com os olhos fechados para poder voltar ao corpo mais rapidamente - uma vez que eu estava bem desconfortável naquela situação... Além da normal sensação de estar sendo observado.
    A questão é: não consigo decifrar o que o vento significou. Já ouvistes falar em algo assim? Não havia nenhuma fonte de vento no quarto na ocasião..
    Muito obrigada pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir
  34. Olá Natalie, grato por compartilhar a sua experiência. Quanto ao teu questionamento, nunca ouvi nada parecido, o que posso fazer é especular que o vento que sentiu tenha sido uma forma de te chamar a atenção para algo. O que seria este algo? Somente você poderá descobrir durante suas meditações ou quando estiver em desdobramento novamente. Muita Paz. Abraço

    ResponderExcluir
  35. Ola joison muito obrigado por nos ajudar acabei de vir de uma sensação de dobra , já perdi as contas de quantas já tive mais depois que minha mãe faleceu eu tenho tido dobra constantemente . Bom vou contar minha história minha mãe era espírita e eu nunca freqüentei nenhuma religião nenhuma , mais sou muito devoto de deus e oro sempre prático milhões de caridade , continuo com as obras de minha mãe de doações para necessitados mais nuna busquei nada de matéria física (igrejas) meu irmao diz que sou puro de religião mais bem quando criança com 12 anos de idade tive meu primeiro desdobramento lembro como hoje de encontrar a mãe de uma amiga que falecido de câncer e toda a doença viveu em um sofá e nesse desdobramento ela veio me pedir para que a nele filha não jogasse o sofá fora , avisei minha mãe na época para me ajudar ela mandou eu avisar a nele porém eu demorei para avisar sonhei em uma segunda e avisei em uma sexta mais foi tarde a noele na tinha jogado fora o sofá , na verdade na dobra a mãe da noele disse que no sofá existia uma carta para a filha e foi aí que comecei a ter sonhos lúcidos com desencarnados , mais poderia me ajudar ? Já aprendi por min mesmo a controlar a dobra ainda sinto muito medo as vezes de não voltar para meu corpo como trabalhar isso? E gostaria de lembrar de tudo como se fosse real e passar as mensagens servir de instrumento mesmo , agora depois de dois anos da morte de minha mãe ela quem vem para min e como se ela nunca tivesse partido exemplos de dobras com ela , sonhei que ela veio e me entregou um caixa com um presente e dizia olha filho um presente para sua casa nova eu nem sabia que ia mudar em 2 semanas depois compramos um apartamento eu e minha esposa , quando conheci minha esposa ela não conheceu minha mãe eu tive uma dobra que conversava com ela e apresentava minha esposa ela me disse : ela e perfeita para você só terão de ter paciência entre vcs aí toda vez que começamos a brigar lembramos disso e já paramos , e várias outras dobras.
    Mais bom poderia me ajudar como trabalho esse lado,para servir de fato as minhas entidades espíritas ? O que tem acontecido agora e que depois de uma dobra eu sinto a presença em corpo físico depois de acordado e não vejo mais e como se essa pessoa que agora no caso e minha mãe fala no meu ouvido existe alguma forma de conseguir ver? Pois as vezes pensomque estou ficando maluco ? Poderia me ajudar? A propósito tenho me voltado a chico Xavier e muito.

    ResponderExcluir
  36. Olá Bah Azmuth, tudo bem? Grato por compartilhar a sua experiência. A orientação que posso lhe oferecer é que procure um centro espírita, filiado à Federação Espírita de seu estado e participe de algum grupo de estudos que geralmente as casas espíritas oferecem. Tenho a certeza de que você conseguirá muitas respostas para estas situações. Continue lendo as obras de Chico Xavier. A série de André Luiz é excelente e esclarece muitas questões. Muita Paz.

    ResponderExcluir
  37. Este é outro comentário de Bah Azmuth, que acabei excluindo por engano e consegui recuperar o texto rsrsrs
    Nossa muito obrigado do fundo meu coração eu agora sei que isso que tenho chamasse desdobramento minha mãe que faleceu era espírita e eu nunca freqüentei nenhum tipo de religião sou 100% puro mais minha doutrina espírita ela se aflorou sozinha e devorando conhecimento nunca freqüentei nenhum centro espírita e nunca fui nem igreja evangélica e nem católica e nem uma outra mais oro constantemente e acredito fielmente em deus , bom eu sinto essa sensação de dobra , minha mãe dizia quando novo que eu era um escolhido mais teria que buscar o meu caminho e sempre tive a sensação de dobra e aprendi a lhe dar com isso mais aqui me esclareceu erros que vinha errando , aprendi a respirar calmo saber que logo logo retorno sinto a sensação de estar flutuando no colchão recebe mensagens e elas eu transmito , depois que minha faleceu a dois anos 100% das minhas dobras eu converso com ela e como se pra min ela nunca tivesse partido

    ResponderExcluir
  38. BOA TARDE JOILSON, GOSTARIA DE SABER SE VC PODE ME AJUDAR COM ALGUNS CONSELHOS.

    HÁ ALGUNS ANOS EU ANDO TENTO CATALEPSIA, EU TENTO CONTROLAR O MEU DESESPERO MAS NAO CONSIGO, POIS PARECE QUE TEM UMA PRESENÇA MALIGNA DO MEU LADO, TENHO FORMIGAMENTOS, NÃO CONSIGO ME MEXER, NAO CONSIGO FALAR, SINTO FLUIDOS E NÃO CONSIGO ABRIR OS OLHOS.

    NO ANO PASSADO COMECEI A FRENQUENTAR UM CENTRO ESPIRITA, E EM UMA DAS MINHAS EXPERIENCIAS COM A CATALEPSIA EU CONSEGUI ABRIR UM POUCO OS OLHOS E CONSEGUI ENXERGAR UMA NUVEM CINZA ERA COMO SE ALGUEM ESTIVESSE ME PUXANDO PARA DENTRO DELA E LOGO EM SEGUIDA EU ACORDEI.

    EU JA FIZ DUAS VEZES O DESDOBRAMENTO INCONSCIENTE EU ACORDEI NA SALA E O MEU CORPO ESTAVA NO QUARTO, QDO EU ENXERGUEI DUAS PESSOAS DESENCARNADA DENTRO DA MINHA CASA EU CORRI PARA MEU QUARTO E ENXERGUEI O MEU CORPO NA CAMA E ALGO ME PUXOU DE VOLTA.

    E EU SEMPRE TINHA SONHOS DE QUE EU ESTAVA PASSEANDO NA RUA SÓ QUE O MEU CORPO FLUTUAVA, HOJE EU ME PERGUNTO SE ERA SONHO MESMO OU SE ERA DESDOBRAMENTO POIS SEMPRE ME PAREÇEU TÃO REAL E NESSA EPOCA EU ERA ADOLESCENTE NAO ENTENDIA DESSAS COISAS.

    EU SOU SENSITIVA, POSSO OUVIR E VER DESENCARNADOS E POSSO RECEBER ENTIDADES SÓ QUE NAO SOU DOUTRINADA

    GOSTARIA DE SABER O QUE FAZER PARA TER UMA EVOLUÇÃO NO DESDOBRAMENTO PARA PODER AJUADR O CENTRO ESPIRITA ONDE FREQUENTO E PARA PODER AJUDAR AS PESSOAS. TENHO UMA TIA QUE FAZ O DESDOBRAMENTO CONSCIENTE PEÇO CONSELHOS A ELA MAS ELA NAO SABE COMO ME RESPONDER E NEM ME AJUDAR.

    MUITO OBRIGADO, FICAREI NO AGUARDO DA SUA AJUDAR.

    MÁDIA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá desculpe meu atraso em respondê-la. O que posso te orientar é para manter-se sempre em oração e vigilância. Se você já frequenta uma casa espírita está no local certo onde poderá estudar e compreender melhor as suas experiências. Leia os livros que constam do referencial bibliográfico deste artigo, tem muita informação nestes livros. O fato de olharmos para o corpo acontece de nos puxar de volta é como um ímã que atrai. "Estuda-te e estuda" orienta Joana de Angelis. Muita Paz.

      Excluir
  39. Olá Joilson bom dia , estou de volta para relatar uma nova experiência de desdobramento que tive.
    Deitei para dormir já mentalizando que queria ver minha mãe que desencarnou a pouco tempo e consegui ter a total consiencia do que estava acontecendo, meu corpo começou a tremer e o meu espirito se deslocou do meu corpo e eu consegui sair do meu apartamento atravessando a janela que fica no terreo ,não precisei sair pela porta como fazia nas primeiras vezes que aconteceu o desdobramento, eu comecei a flutuar no espaço e quando já estava numa certa altitude consegui ver a cidade de cima como se estivesse dentro de um avião e ai derepente me transportei para perto da minha mãe . Logo que fiquei de frente com ela já foi logo me perguntando atá quando que eu iria ficar nessa agonia , se referindo ao meu sofrimento pela sua ppartida, e eu fiquei com a impressão que ela não está gostando muito de me ver sofrendo.. Outra coisa Joilson que gostaria de esclarecer com vc , é que quando estou em desdobramento vejo coisas que não estão acontecendo em tempo real do desdobramento por exemplo eu vi meu esposo lavando as mãos no lavabo lá de casa e tentei tocá-lo e quando despertei ele estava deitado no sofá e não tinha levantado em nenhum momento para lavar as mãos . o que seria isso? Então quando estamos em desdobramento não vemos as coisas reais em tempo real? Por favor me ajude a entender esse processo pois as vezes fico muito confusa achando que isso tudo é coisa da minha mente e acabo ficando com medo .Desde já agradeço pela sua atenção e um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, que bom que você compartilha mais uma experiência! Gratidão. Sobre o questionamento de sua mãe de até quando você vai ficar nessa agonia, é isso mesmo. Aqueles que nos antecede na Pátria Espiritual, sofrem quando nos veem sofrendo, uma vez que, eles já estão livres do "fardo" do corpo sentem-se melhores e os nossos sentimentos de tristeza os alcançam e os perturba, pois querem nos dizer que está tudo bem com eles, mas nós não conseguimos ouvi-los. Portanto, lembre-se de sua mãe sim, com carinho e amor, mas desapega, será melhor para você e para ela. Quanto ao episódio com teu esposo, se ele estava deitado, quem garante que ele não teve um breve cochilo e se desprendeu do corpo!!!??? Mas, devido ao fato de ele não ter a consciência em desdobramento, passa a realizar atividades achando que está no corpo físico e o que você viu foi ele fora do corpo. Esta é apenas uma hipótese, não aceite como verdade última, pesquise, estude mais sobre o assunto e principalmente procure as respostas enquanto estiver em desdobramento, compreende? Abraço. Muita Paz.

      Excluir
  40. Olá, me recomendaram seu blog para relatar meu caso de desdobramento que venho tendo há 1 ano e meio.
    Desde que comecei a ter desdobramentos, fui compreendendo melhor a doutrina espírita, até que eu me desequilibrei um pouco e mais recentemente quando vou dormir saio do corpo e durante um tempo escuto alguns barulhos, vejo um pouco do meu quarto e aparece alguém para me assustar com formas bastantes feias e rindo com uma voz grossa incessantemente. E da ultima vez que sai do corpo tinha alguém em cima de mim pressionando minha barriga, mais proximo aos orgaos sexuais.
    Eu ando com um pouco de medo em ir dormir, já estou voltando a frequentar centro espírita para tomar passes e em casa poder fazer evangelização.

    O maior problema quando saio do corpo é não poder me mexer, uma paralisia praticamente. É dai que fico vulneravel a eles, como eu deveria proceder para sair da paralisia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, primeiramente continue frequentando a casa espírita, estudando, recebendo a fluidoterapia e procure fazer o culto do evangelho no lar, uma vez por semana em dia e horário estabelecidos.
      Procure vencer o medo e peça auxilio ao teu guia espiritual quando em desdobramento. Pois se recebemos ajuda em momentos difíceis da vida, quanto mais em desdobramento. Ao deitar-se faça uma oração em agradecimento pelo seu dia, por esta habilidade e se coloque à disposição da espiritualidade para auxiliar onde houver necessidade. Vigia e orai, ensinou Jesus. Pratique a caridade sempre que puder, busque o autoconhecimento. Isto irá te ajudar em sua caminhada. Muita Paz.

      Excluir
  41. Boa tarde!
    Primeiramente agradeço a excelente explicação sua e todos os comentários das pessoas aqui,pois agora eu sei o que acontece comigo e porquê escrevo e desenhos os lugares do espaço sideral consciente e as psicofonias que eu ouço. Já fui diagnosticado por uma parapsicola pelos dons espirituais que eu tenho deste os 6 anos. Agora uns 2 meses está ocorrendo desdobramento consciente com muita lucidez da terra e espaço e os lugares e vozes que ouço pela minha mente e energias captadas são nitidas e claramente, que após quando eu volto escrevo e desenho tudo por onde eu passei e estive e cnversei até alguns nomes escrevo. NO mais quero relatar sobre este desdobramento consciente e outros que acontece e como posso equilibrar mais as minhas energias captadas. Pois ultimamente não preciso nem ficar deitado e sim ocorre muito consciente na casa espírita em palestras e outras atividades eu desligo e conscientemente não percebo se estou naquele lugar do exato momento,pois há um desligamento comigo no local onde estou as pessoas me vêem eu converso com todos e todos conversam comigo em reunião de estudo, mas eu depois não lembro de mais nada e nem que eu estive no dia e no local. quando estou no espaço e volto para terra estou consciente ligado ao espaço ainda 5 dias ou 4 dias há mais.E na terra eu consciente quando eu volto tudo fica impregnado com a energia o espaço, tudo que eu faço na terra é tão rápido que esqueço que eu faço em determinas coisas.Vou enviar mais detalhes que acontece e aconteceu comigo deste 1998 pelo seu e-mail pois é pessoal certos comentários. Você me responde e ajuda-me.Pois a parapsicologa que eu realizava tratamento foi para o japão.Em um dos comentários acima você passou seu e-mail pode confirmar? joilsonctba@hotmail.com

    ResponderExcluir
  42. Olá! Alguém deixou uma mensagem solicitando que eu entrasse em contato, mas esqueceu de colocar o email. O nick tem as letras BKN. Todos os comentários são moderados, não entram diretamente no Blog, assim, você poderá enviar novamente um comentário com o teu email que somente eu verei. Muita Paz.

    ResponderExcluir
  43. Oi boa tarde encontrei exatamente oque estava procurando pois estou assustada tenho 31 anos e desde da infância tive desdobramentos que julgava ser pesadelos até que hoje estão cada vez mais frequentes tenho muito medo pois na noite que vai acontecer eu sinto e me recuso a dormi na última vez que aconteceu estava grávida e acordada estava com celular na mao e me lutando contra o sono mais um minuto que pisquei os olhos senti que sairia do corpo e segurei com tanta força na cama que meu dedo ficou machucado mais não teve geito era como estive sendo sugada vi coisas muito assustadoras nesse dia outro dia sai de casa com pensamento de tranca a porta do meu quarto e não tranquei mais quando voltei a porta do quarto estava trancada por dentro com duas voltas na chave tivemos que chama o chaveiro ele disse que nunca tinha visto isso antes e o pior de tudo que mais me botou medo a ainda hoje quase 8 meses após procura uma explicação lógica e não encontro estava só en casa estava grávida e com fome mais estava com medo de descer as escadas pois minha gestação era alto risco e estava de repolsó absoluto e tinha uma maçã na fruteira que estava com muita vontade de comela meu esposo trabalha a noite não tinha ninguém quando os não aguentava mais de fome e não conseguia dormi resolvi então desce para pega maçã mais quando chego no último degrau da escada a maçã estava o medo foi tanto que subi para meu quarto correndo mesmo sem poder deitei na minha cama me cobri p medo e tanto que sentia um frio intenso e tremia muito fiquei tremendo até meu esposo chegar quando conto isso para alguém ninguém acredita não culpo eu também não acreditaria se não tivesse visto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paloma! Que 2016 seja um ano de muito conhecimento e aprendizado para você.
      Agora que você já sabe que o que lhe acontece são desdobramentos, procure mais informação sobre o assunto, leia mais, veja vídeos na internet, no Youtube tem muita informação. Quanto mais conhecimento tiver, menos medo terá. Aprenda a ter autocontrole, vença seus medos e tenha a certeza de que será muito mais feliz. Muita Paz.

      Excluir
  44. frequento vários centros espíritas kardecista, e aconteceu um fato novo comigo, dormi durante a palestra( o que nunca tinha ocorrido!!!) e tive vários sonhos.....e saí totalmente cansado..inclusive tive que ir pra casa para dormir,o que pode ter acontecido comigo??obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ramico! Afirmar não posso, mas acredito que ou você foi alvo de espíritos que sugaram suas energias ou seu ectoplasma foi utilizado para algum tipo de trabalho de cura. Mas é como disse, não tenho como afirmar. Abraço. Muita Paz.

      Excluir
  45. Boa noite, eu sou o Frederico tenho 18 anos e sou português, sou espirita e orgulho-me disso, o meu interesse pelo espiritismo deriva desde o falecimento da minha avó, eu quando era mais novo uma médium ficava comigo e estava sempre comigo ao colo, faleceu quando eu tinha 12 anos , naquela altura ainda não sabia. O meu ente querido faleceu á cerca de 3 anos e desde ai eu comecei a ter premonições, sonhava com desgraças que passado três dias veria na televisão, naquela altura fazia me confusão, comecei a ter projeções conscientes sempre com disciplina mas naquela altura ainda não sabia o que era o espiritismo, comecei a ouvir "vozes" através dos phones estejam eles desligados ou ligados, frequentei um centro espirita , uma médium mal me viu a mim e á minha irmã disse que nós eramos "especiais" , a minha irmã anteriormente foi uma vez a uma igreja envangélica e na primeira vez lhe disseram "Tu e o teu irmão , são profetas de Deus" , atualmente estudo o espiritismo no qual o faço todas as noites, já li o livro dos espiritos todo.
    Atualmrnte durante a noite nunca sonho apesar de ter um sono saudável , se sonhar é premonições ou mesmo projeções conscientes.
    Eu desde de pequeno fui sempre sonambulo e quando comecei a estudar e a frequentar uma doutrina espirita , eu deparo me que em sonambulo consigo muitas vezes falar com espiritos mas quando os vejo estão sempre todos de preto nunca vejo pessoa como realmente é, o mais estranho disto é que não consigo diferenciar se isto é projeção consciente ou não porque no entanto eu volto a deitar me e adormeço normalmente.
    Outro fator, não consigo olhar me ao espelho porqur fico sempre focado nos meus olhos e até posso lá passar horas a olhar para o meu olhar , ás vezes até vejo vultos. Não consigo olhar no olhar de ninguém nem sequer olhar uma pessoa nos olhos quando falo com ela porque consigo ver a aura dela e parece que fico com "ecperiencias de outras pessoas". Também pratico meditação
    Muita luz e paz para vocês,
    Agradeço por terem lido a mensagem e aguardo resposta, Obrigado.Meu email para quem tiver interessado é o seguinte: frederico-dias@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo Frederico, grato por compartilhar a sua experiência. Continue a estudar a Doutrina Espírita, bom que já leu o Livro dos Espíritos, agora procure estudá-lo. Depois o Livro dos Médiuns e as obras de André Luiz. Estes livros nos apresentam muitas informações úteis que nos auxiliam no aprendizado e crescimento espiritual. Na casa espírita em que participa, procure conversar com os coordenadores de grupo de estudos, eles tem muito a ensinar. Abraço. Muita Paz.

      Excluir
  46. Ooi Joilson hoje passou no fantástico sobre a paralisia do sono mas uma amiga espirita escreveu dizendo q na verdade isso é desdobramento
    Ao pesquisar sobre cai aqui,quando era mais jovem sonhava que estava em lugares que pareciam paraísos inclusive vi a imagem de um homem como se fosse Jesus lendo para crianças a beira de um rio onde continuei caminhando e vi uma enorme e linda cachoeira outros sonhos eram em lugares parecidos.Em certo sonho eu fui a um lugar que aparentemente não tinha uma energia muito boa, mas eu estava com um grupo de pessoas entramos em uma caverna e regastamos uma senhora q eu tenho certeza que era minha vó que eu nem conheci pois quando nasci ela ja tinha falecido.
    Depois de um certo tempo sempre acordo como se tivesse caindo kkkk meu marido leva vários sustos e também sempre luto para acordar porque sinto uma força muito grande me segurando tenho que me concentrar p acordar isso é desdobramento?

    ResponderExcluir
  47. Não consigo fazer o desdobramento!
    Qual o motivo?
    A muito quero o fazer, mas o máximo que consigo é perder o sono após a meditação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Danilo, é assim mesmo! Há pessoas que demoram meses para conseguir. Perder o sono após a meditação é porque a prática promove um descanso e refazimento do desgaste físico. Continue praticando. Abraço

      Excluir
  48. A primeira vez que aconteceu comigo foi de uma maneira, em outras foram diferentes.
    Devo dizer que nessa época (1987), não tinha conhecimento da doutrina espírita em sua essência, como hoje tenho.
    Lembro-me muito bem da minha primeira experiência, estava recostada na cama lendo um livro,(a tarde), quando senti sono, apoiei o livro aberto sobre o peito e aconteceu, senti meu corpo sendo anestesiado, subindo até chegar a cabeça, e quando isso aconteceu senti que rolei para fora da cama, me vi volitando numa velocidade imensa, as coisas passavam por mim e eu tinha medo de me chocar com elas, fiquei assim alguns segundos quando me vi parada em frente a um portão de madeira alto, o muro também era alto e branco, no momento seguinte estava do lado de dentro num jardim, havia uma casa branca com janelas grandes de cor azul celeste, não era azul marinho e nem azul claro, esta casa ficava num plano mais alto do que o jardim e tinha um cômodo saliente do resta da casa com uma porta também azul, do meu lado direito vi uma escada com três degraus,( se soubesse desenhar, conseguiria desenhar essa casa com detalhes), subi a pequena escada que dava para um lugar gramado, com poucas árvores, esse gramado se estendia para o meu lado esquerdo também, onde fui andando, notei que as pessoas estavam com roupas que me pareciam de épocas passadas, vestidos longos e rodados, caminhando para minha esquerda, sabia que estava procurando uma pessoa, e fui andando até chegar nos fundos da casa, não a contornei, voltei caminhando na mesma direção em que entrei e então vi o homem que estava procurando (não sei o porquê, mas sabia que era ele), era de estatura média, cabelos bem curto e crespo ( acho que era de descendência negra), estava com uma calça escura e um casaco cor de ferrugem que ia até os joelhos, quando ele me viu andou apressadamente e eu sabia que ele entrou naquela porta do cômodo saliente que mencionei, então eu entrei para o mesmo cômodo pela porta lateral da casa, e quando íamos nos encontrar tudo apagou, e acho de que depois de segundos abri os olhos.
    Mas depois de mais de dois anos é que aconteceu o mais esquisito, eu SFC novamente, só que desta vez me pegou sem eu poder fazer nada eu só ouvi uma voz me dizendo “quer voltar a casa branca” e quando percebi já estava lá, o jardim estava completamente abandonado, as plantas estavam secas, no momento seguinte estava em um quarto da casa, a luz era fraca, estava deitada numa cama, e sabia que eu era um homem, e estava agonizando, eu chamava por mãe, chamei três vezes por ela, sabia que estava morrendo envenenado e voltei isso foi por meados dos anos 90.Raramente, mas muito raramente acontece.Nunca entendi o porquê fui a determinados lugares, não entendi os acontecimentos, não sei o que realmente era isso. Queria uma orientação, as vezes queria que acontecesse como no início, mas no fundo tenho medo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ivani! Que experiência interessante a sua! Ao que me parece você teve uma experiência de retrocognição, ou seja, a experiência fora do corpo te conduziu a uma experiência de vida passada. Isso é possível sim. O medo é o maior obstáculo para a ocorrência do fenômeno, aprenda a dominar o medo e poderá ter outras experiências significativas. Agradeço por compartilhar. Muita Paz.

      Excluir
    2. Caso queira informação mande email para joilsonctba@hotmail.com

      Excluir
  49. Participo das sessões mediúnica e faço desdobramentos mas não me lembro as vezes acordo com tontura e dor de cabee (sei que é desdobramento pq as vezes algum espírito me agradece por ter carregado no colo). EM casa quando durmo as vezes me recordo as vezes acordo com sensação de ter ido em algum lugar mas não sei o certo .Quem sabe algum dia fico totalmente consciente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo (a) anonimo, grato por compartilhar a sua experiência. É assim mesmo, alguns médiuns são inconscientes, mas com treino, dedicação e persistência, um dia consiga a experiência de forma consciente. Abraço. Paz e Luz.

      Excluir
  50. Ola chamo me Edel Mirco sou moçambicano tenho 30 anos. aos 5 ou 4 anos tive o meu primeiro desdobramento.so voltei a ter outro desdobramento em agosto de 2016 e agora venho tendo desdobramentos com mais frequencia,hoje por exemplo tive 2 seguidos quando descansava com minha mulher e minha filha.o estranho e que so tenho os desdobramentos quando bebo muito alcool ou quando durmo muito cansado .no principio tinha muito medo mas agora nao,mas o frustrante e que eu quase nao controlo os movimentos quando o desdobramento acontece e fico a levitar como um balao perdido.gostaria de saber se atraves do desdobramento poderia me comunicar com a minha falcida mae,pois existem ainda muitas perguntas e muitas questoes que ficarao pendentes e de certa forma sinto q ela tenta se comunicar comigo atraves de sonhos.alguem pode me ajudar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Edel, grato por compartilhar a sua experiência.
      Sobre seu questionamento se é possível contatar a sua mãe, sim, é possível. Mas as coisas nem sempre acontecem quando queremos. Existem outros fatores. Um dele é a permissão de Deus para que isso aconteça. Aconselho a evitar o alcool. Abraço. Muita Paz.

      Excluir
  51. Olá Joilson.
    Gostaria de saber se existem relatados de desdobramentos que, quando voltamos ao nosso corpo, não sabemos em qual local estamos.
    Tenho tido desdobramentos com frequencia, sei o local que eu vou mas em todos os casos quando acordo não sei onde estou e leva alguns minutos para eu me situar novamente.
    Abraços e muita luz para você!
    Luana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Sim, existem relatos de pessoas que não se lembram exatamente, mas tudo é treino e observação. Muita Paz.

      Excluir
  52. Oi Joilson...meu nome é Yolanda..sou catolica mas há anos me identifico com a doutrina espírita e faço estudo. Tenho com muita frequência sonhos de que estou levitando e tenho que fazer muito esforço para isso mas sempre consigo. É perfeito como vejo as coisas do alto...realizo vôos...sobre o planeta e são uma delícia e parecem muito reais. Você sabe me explicar o que acontece comigo?? É também tem vezes que acordada..nos afazeres cotidianos me desligo em questão de talvez 2 segundos tendo a sensação de que não era eu ali.aguardo sua resposta. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Yolanda! Tudo indica que você é uma daquelas pessoas que consegue fazer o desdobramento consciente com facilidade. Quanto ao se desligar, também acontece com algumas pessoas, isso é algo a ser observado e refletido sempre que acontecer. Sobre a sensação de que não era você ali, pode ser que tenha sido alguma presença espiritual, mas também pode ser que devido a sensação de desligamento, você tenha a impressão de que não fosse você. Esta é uma situação que não tem como afirmar para você que é "TAL COISA". Qualquer um que lhe afirmar algo estará mentindo. Essa é uma situação que somente você poderá descobrir, fazendo uma autoanálise sempre que ocorrer. Crie o hábito de se auto-observar, isso criará em você um nível de consciência diferente e você poderá obter as respostas de que necessita. Gratidão por compartilhar a tua experiência. Tenho a certeza de que ajudará outros com experiências semelhantes. Paz e Luz.

      Excluir
  53. Olá! Ontem, 04/10/17 alguém deixou uma mensagem falando que tem percebido a presença de sua mãe, que já retornou ao plano espiritual há 10 anos. Como o relato é muito pessoal não publiquei aqui, a pessoa também não deixou email para contato. Caso você esteja lendo este mensagem envie email para joilsonctba@hotmail.com Que Deus e os bons espíritos de amparem. Muita Paz.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário